Treze estados e o Distrito Federal elegeram governadores no segundo turno neste domingo (28). Na Região Sul, Carlos Moisés da Silva (PSL) será o novo governador de Santa Catarina, e Eduardo Leite (PSDB) chefiará o Executivo no Rio Grande do Sul a partir de 1º de janeiro de 2019.


No Sudeste, a disputa ocorreu em São Paulo, onde João Doria (PSDB) foi eleito; em Minas Gerais, onde os eleitores deram a vitória a Romeu Zemana (Partido Novo); e Rio de Janeiro, onde Wilson Witzel (PSC) venceu a disputa.


Na Região Centro-Oeste, Ibaneis Rocha (MDB) governará o Distrito Federal e Reinaldo Azambuja (PSDB) foi reeleito governador do Mato Grosso do Sul.


No Norte do País, Coronel Marcos Rocha (PSL) foi eleito para o governo de Rondônia; Waldez Góes (PDT) ganhou a disputa no Amapá; os paraenses elegeram Helder Barbalho (MDB); no Amazonas os votos majoritários forma destinados a Wilson Lima (PSC); e em Roraima, o novo governador é Antônio Denarium (PSL).


No Nordeste, houve segundo turno para o governo do Rio Grande do Norte, onde Fátima Bezerra (PT) foi eleita. Em Sergipe, a vitória foi de Belivaldo Chagas Silva (PSD).

UF

Candidato eleito

Partido/Coligação

Votos

%

RS

Eduardo Leite

Rio Grande da Gente

3.128.317

53,62%

SC

Carlos Moisés da Silva

PSL

2.644.179

71,09%

SP

João Doria

Acelera SP

10.990.350

51,75%

MG

Romeu Zema

Partido Novo

6.963.914

71,80%

RJ

Wilson Witzel

Força do Rio

4.675.355

59,87%

DF

Ibaneis Rocha

Para Fazer a Diferença

1.042.574

69,79%

MS

Reinaldo Azambuja

Avançar Com Responsabilidade

677.310

52,35%

RO

Marcos Rocha

PSL

530.188

66,34%

AP

Waldez Góes

Com a Força do Povo Por Mais Conquistas

191.741

52,35%

PA

Helder Barbalho

O Pará Daqui Pra Frente

2.068.319

55,43%

AM

Wilson Lima

Eu Voto no Amazonas

1.033.729

58,51%

RR

Antônio Denarium

Agora é Roraima Com Tudo

136.612

53,34%

RN

Fátima Bezerra

Do Lado Certo

1.022.910

57,60%

SE

Belivaldo Chagas Silva

Pra Sergipe Avançar

679.051

64,72%

  • Até o fechamento da matéria, faltava apurar o resultado de cinco urnas no Estado do Amazonas

TSE