O meia Philippe Coutinho é o novo reforço do Barcelona. O clube catalão pagou 160 milhões de euros (cerca de R$ 624 milhões) ao Liverpool pelo jogador de 25 anos, titular da seleção brasileira de Tite.


Coutinho agora tem multa rescisória de 400 milhões de euros (cerca de R$ 1,6 bilhão) e assinou contrato por cinco anos.


Coutinho chega ao Barça para formar um poderoso trio de ataque com Luis Suárez e Lionel Messi.


A novela por Coutinho começou na última janela de transferências. Apesar de o jogador ter pedido para ser negociado, o Liverpool não aceitou nenhuma das propostas do Barcelona. Agora, concordou em receber de 160 milhões de euros, dos quais 120 milhões de euros são fixos e outros 40 milhões de euros, variáveis.


Coutinho não poderá disputar a atual Liga dos Campeões pelo Barcelona — afinal, já o fez pelo Liverpool —, mas é esperado com urgência. O principal ponto para a contratação imediata está relacionada a outro importante meio-campista do time: Andrés Iniesta. Entrando na reta final da carreira, o espanhol precisa ser poupado de alguns compromissos para manter o nível de atuação. A chegada do brasileiro, capaz de exercer múltiplas funções, possibilitará esse descanso.