O atacante Neymar foi cortado da seleção brasileira que disputará a Copa América. O jogador sofreu uma ruptura ligamentar no tornozelo direito durante a partida contra o Qatar, quarta-feira, em Brasília, e por não ter tempo para se recuperar para jogar a competição, foi cortado.


Ainda durante a partida no Mané Garrincha, o camisa 10 foi levado para hospital no Distrito Federal, onde realizou exames de ressonância que identificaram a lesão. O presidente Jair Bolsonaro chegou a sair do estádio e ir ao local para cumprimentar o jogador e desejar pronta recuperação. De nada adiantou e coube ao médico da seleção, Rodrigo Lasmar, dar o diagnóstico para a comissão técnica.


O atacante Neymar foi cortado da seleção brasileira que disputará a Copa América. O jogador sofreu uma ruptura ligamentar no tornozelo direito durante a partida contra o Qatar, quarta-feira, em Brasília, e por não ter tempo para se recuperar para jogar a competição, foi cortado.


Ainda durante a partida no Mané Garrincha, o camisa 10 foi levado para hospital no Distrito Federal, onde realizou exames de ressonância que identificaram a lesão. O presidente Jair Bolsonaro chegou a sair do estádio e ir ao local para cumprimentar o jogador e desejar pronta recuperação. De nada adiantou e coube ao médico da seleção, Rodrigo Lasmar, dar o diagnóstico para a comissão técnica.


Ainda não há previsão de quando Neymar deverá deixar a delegação em Brasília. Edu Gaspar, coordenador das seleções, na coletiva depois do jogo contra o Qatar, afirmou que ele está liberado para prestar depoimento a respeito do caso em que divulgou imagens íntimas de Najila Trindade, mulher que o acusa de estupro. Neymar passará a noite em Brasília e pela manhã deverá deixar o hotel ao lado do pai, Neymar Santos.

 

Agência o Globo