Na noite de hoje, segunda-feira, dia 14, policiais civis abordaram o veículo Corsa Classic de cor branca, placa QKO-9344, táxi do conjunto Jardim, na BR-101, após a cidade de Estância.

No veículo estavam Weslley Mota Santos e Lucas, ainda sem identificação completa, além do motorista Márcio José Viera dos Santos.

 

O táxi foi abordado no povoado Piçarreira, município de Santa Luzia do Itanhi, ao diminuir a velocidade para passar na lombada eletrônica. Weslley, que estava no banco do passageiro, sacou um revólver e disparou contra os agentes, que revidaram os disparos.

 

Lucas estava no banco de trás e tentou sacar uma espingarda calibre 12, mas foi contido por disparos. O motorista não estava armado nem tentou contra a vida dos agentes, logo foi algemado e preso ileso.

 

Weslley era o chefe remanescente de um grupo violento de criminosos, que realizou diversos roubos a ônibus executivos que fazem a linha Aracaju/ Salvador/Brasília. Ele, junto com mais 4 (quatro) indivíduos, tomavam os ônibus e subtraíam seus pertences, notadamente celulares e bagagem de mão. Esses quatro agressores foram presos anteriormente em ação do Batalhão de Rádio Patrulha.

 

Eram bastante agressivos com as vítimas, incluindo os motoristas, a quem atacavam com socos, tapas e coronhadas. Costumavam atirar para o alto a fim de intimidar os passageiros.

 

Weslley também foi autor a roubos a escolas e ônibus de estudantes nas cidades de Estância, Cristinápolis e Boquim. Em Estância, o agressor atirou na cabeça de um estudante que ficou em choque com o assalto à escola do Bairro Alecrim, no dia 27/07/2017. Em Cristinápolis, agrediram uma criança no roubo ao ônibus escolar, tomado na entrada da cidade em 10/08/2017.

 

Nestas últimas ações, Weslley estava acompanhado por Lucas, que atuava da mesma maneira violenta. Espera-se que mais vítimas os reconheçam após o desfecho da operação.

 

Com informações da DERPOL