Investigadores chegaram à dupla de assaltantes dias depois do crime

Equipes da Delegacia Regional de Estância prenderam no final da tarde desta quarta-feira (23) José Ronaldo da Silva, conhecido por Gago, 25 anos,  e Janisson Macedo da Silva, conhecido por Geninho, 23, pelo crime de roubo majorado cometido no último dia 19 de Janeiro, nas Dunas da Praia do Saco, em Estância.

Segundo o delegado Regional de Estância, Alan Faustino, a dupla de assaltantes, fazendo uso de uma arma de fogo, abordou vários turistas que estavam nas Dunas da Praia do Saco, ocasião em que subtraíram vários aparelhos celulares, relógios e dinheiro das vítimas.

 

As investigações também foram coordenadas pelos delegados Vivianne Jardim e Cledson Ferreira.

 

Após várias diligências, bem como oitivas realizadas na regional de Estância e pela Delegacia de Ribeira do Pombal/BA, a Polícia Civil de Estância chegou a autoria do crime, dando cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de Estância.

 

Durante as diligências, foi apreendida a arma de fogo usada no crime, que se encontrava de posse de Janisson, tratando-se de uma espingarda de cano curto de calibre 36.

 

José Ronaldo e Janisson confessaram a prática do crime. Ambos responderão pelo crime de roubo majorado junto a Vara Criminal de Estância e serão encaminhados para unidade policial da capital.

 

Com informações da DERPOL

Investigadores chegaram à dupla de assaltantes dias depois do crime

 

Equipes da Delegacia Regional de Estância prenderam no final da tarde desta quarta-feira (23) José Ronaldo da Silva, conhecido por Gago, 25 anos,  e Janisson Macedo da Silva, conhecido por Geninho, 23, pelo crime de roubo majorado cometido no último dia 19 de Janeiro, nas Dunas da Praia do Saco, em Estância.

 

Segundo o delegado Regional de Estância, Alan Faustino, a dupla de assaltantes, fazendo uso de uma arma de fogo, abordou vários turistas que estavam nas Dunas da Praia do Saco, ocasião em que subtraíram vários aparelhos celulares, relógios e dinheiro das vítimas.

 

As investigações também foram coordenadas pelos delegados Vivianne Jardim e Cledson Ferreira.

 

Após várias diligências, bem como oitivas realizadas na regional de Estância e pela Delegacia de Ribeira do Pombal/BA, a Polícia Civil de Estância chegou a autoria do crime, dando cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de Estância.

 

Durante as diligências, foi apreendida a arma de fogo usada no crime, que se encontrava de posse de Janisson, tratando-se de uma espingarda de cano curto de calibre 36.

 

José Ronaldo e Janisson confessaram a prática do crime. Ambos responderão pelo crime de roubo majorado junto a Vara Criminal de Estância e serão encaminhados para unidade policial da capital.