SUCESSÃO I

Assim que voltar de viagem, o governador Jackson Barreto, vai deixar claro que Belivaldo não emplacou como pré-candidato a governador para as próximas eleições, Jackson que não considera ninguém, é um trator, vai fritar o galeguinho de Simão Dias. Jackson está pensando na campanha dele ao Senado, Belivaldo, hoje, já atrapalha, quem postula o senado precisa de uma candidatura ao governo forte. Pura verdade.

 

SUCESSÃO II

 

Comentários surgem que o ex-prefeito de Estância, Ivan Leite, é o melhor nome que Belivaldo para o governo do Estado, maior densidade eleitoral provada na campanha que fez para o senado e além do mais, Ivan é o nome que teria respaldo da família Franco, seus primos. A informação é que Jackson tem uma carta na manga, que pode ser o ex-prefeito de Capela, Sukita. É mole! Quer mais?

 

SUCESSÃO III

 

O presidente Rogério Carvalho já deu entrevista aos meios de comunicação que o nome do pré-candidato ao governo do Estado não é problema dele, e sim de Jackson e o vice. Rogério afirma que é candidato ao Senado, só, somente só. Pelo jeito a barca começa afundar.

 

SUCESSÃO IV

 

Jackson Barreto está tão preocupado que procura intrigar a oposição. Mas seu grande amigo e aliado João Augusto Gama procura se aproximar de ex-aliados que estão na oposição. Na oposição tem os nomes de Valadares, Amorim, André Moura e do prefeito Valmir de Francisquinho de Itabaina.

 

SUCESSÃO V

 

O fato é que tá muito cedo para se cantar vitória, mas o povo nas ruas já sinaliza que o governo do Estado está perdido administrativamente e sofrerá as consequências politicamente no próximo ano, até porque os nomes da oposição impõem um certo respeito e as pesquisas demonstram isso.


Da Gazeta de Estância.com.br