O prefeito do município de Arauá, Ranulfo, declarou em uma gravação com exclusividade para o portal Gazeta de Estância, que só vai convocar os aprovados do último concurso público, depois que o Tribunal de Contas fizer uma auditoria na gestão atual e na gestão passada.

 

 

“Eu só vou fazer as coisas que o município possa cumprir. Eu não sou de pressão. Eu sou de diálogo”, disse o prefeito.

 

Em conversa com o radialista Walisson Jardim, o prefeito Ranulfo relatou que a gestão passada realizou um concurso e o município não tem orçamento para pagar a folha. O gestor pediu ao Tribunal de Contas que faça um levantamento para analisar a situação do município e quem sabe autorizar a convocação dos aprovados no concurso.

 

“Estou aguardando o Tribunal fazer essa avaliação e depois darei um retorno ao Ministério Público. Eu não vou chamar os aprovados e durante o trabalho, não pagar”, desabafou.

 

A dificuldade financeira no município de Arauá é grande, Ranulfo afirmou que o salário dos secretários, vice-prefeito e até o dele estava em atraso, mas efetuou o pagamento. O administrador revelou que o salário dos professores de Dezembro, deixado pelo ex-gestor, ainda já pendente.

 

“Vai ter auditoria do Tribunal de Contas na minha gestão e na gestão de Dona Ana, ex-prefeita. Eu não tenho recurso para nada. Vou cortar salário de todo mundo e ainda não vai dar”, revelou Ranulfo.

 

Da Gazeta de Estância.com.br