Os três acusados de participarem do homicídio do jovem estanciano Crizzan Cruz Santos serão submetidos a julgamento nesta quinta-feira, 05 de outubro, às 8h, na 8ª Vara Criminal no Fórum Gumercindo Bessa.

De acordo com os autos, o técnico de iluminação, Crizzan Cruz Santos de 21 anos, no ano de 2015 foi espancado e enterrado ainda vivo, no dia 26 de fevereiro de 2015, em um canteiro de obras localizado na Rua Tenente Wendel Quaranta, no Bairro Suíssa em Aracaju, local onde a vítima trabalhava como pedreiro.

 

Os réus, colegas da vítima na obra, foram denunciados pelos Promotores de Justiça Cláudia Daniela de Freitas Franco e Flaviano Almeida Santos, em março de 2015 e serão julgados pelos crimes de homicídio triplamente qualificado por meio cruel, motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima, bem como pelo crime de ocultação de cadáver.

 

No decorrer dos trâmites processuais, os réus foram pronunciados e agora serão julgados, submetidos a júri popular.

 

MP - Ascom