O ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite (PR), faz um alerta para a sociedade sergipana sobre o caos administrativo que continua sendo a gestão da prefeita Silvany Sukita (PODEMOS) no município.

As recentes demissões em massa de servidores comissionados e contratados pela Prefeitura preocupam Ezequiel, sobretudo pelo crescimento do desemprego na cidade e o desespero das famílias capelenses. Segundo ele o problema está na falta de planejamento e de compromisso com os recursos públicos.


Ezequiel lembrou que foi prefeito, durante quatro anos, sem ter que promover demissões em massa no município. “Vejam a que ponto nós chegamos! A Prefeita Silvany, que tanto nos criticou, agora está demitindo cerca de 200 pessoas para tentar ajudar as finanças da Prefeitura. A aflição é grande em Capela! As pessoas estão desesperadas, as famílias não sabem o que fazer em meio a esta crise. Fui prefeito, também enfrentei dificuldades financeiras por conta dos R$ 85 milhões de dívidas que recebi, mas consegui preservar os empregos dos capelenses”.


Em seguida, Ezequiel reforçou a falta de planejamento da atual administração. “Entraram na Prefeitura com muita sede e incharam a máquina. Depois do São Pedro, a coisa saiu do controle e agora estão demitindo as pessoas. E o pior: estão exonerando exatamente os mais pobres, os menores salários. Os ‘amigos do rei’ e os acordos políticos estão sendo mantidos. Sem contar os cargos comissionados de outras cidades que também foram preservados. Ao ‘cortar na carne’, a prefeita Silvany praticamente só demitiu capelenses que agora não sabem o que fazer”.


Segundo o ex-prefeito, Silvany deveria priorizar quem é morador do município, até para que o dinheiro escasso ao menos circulasse no comércio local. “Nossa gestão pagou os salários e os fornecedores, promovemos o São Pedro e só demitimos o que era necessário. Os serviços públicos funcionavam perfeitamente. Hoje a Saúde de Capela está um caos, a Educação nem se fala, o que se vê são perseguições e agora muito desemprego. Para quem prometeu demais em 2016, hoje não passa de uma grande decepção. Tenho certeza que muita gente está arrependida no município, infelizmente”.


Consultoria


Ezequiel chegou a se colocar a disposição da prefeita de Capela para lhe ajudar a colocar as finanças da Prefeitura em ordem. “Acho que a prefeita Silvany precisa de um pouco mais de humildade. Nós estamos a disposição para ajudar, porque não torcemos pelo quanto pior, melhor. Posso dar uma consultoria em gestão pública para ela colocar a gestão dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)”.


Precatórios


Ezequiel Leite também fez questão de esclarecer outro ponto para a sociedade sergipana. “Quando a prefeita fala a gestão tem um débito de R$ 2,5 milhões em precatórios, eu quero apenas relatar que esse débito é fruto dos oito anos da gestão do esposo dela. Em quatro anos de trabalho nós não acumulamos precatórios. Eles estão colhendo apenas o que plantaram. Não têm como questionar a nossa gestão”.

 

Da Assessoria de Imprensa