A Cadeia Pública Filadelfo Luiz da Costa, no município de Estância, é a mais recente unidade prisional a receber uma sala destinada a videoaudiências no estado de Sergipe. A Secretaria de Justiça e Defesa do Consumidor (Sejuc), com apoio do Departamento do Sistema Prisional realizou a primeira videoconferência na manhã desta segunda, 09.


Para a primeira videoaudiência, foram realizadas anteriormente cerca de seis testes durante três meses, afirma o diretor Vanilson Barbosa. “Como já estamos aptos para atender a demanda, no decorrer do mês, serão marcadas mais audiências, visando assim, o desafogamento do sistema prisional”, completa Vanilson.


A previsão é que sejam realizadas cinco audiências por dia, com um total de 25 semanais a depender da necessidade das comarcas e dos internos. Na primeira videoaudiência, realizada com a 4ª Vara em Aracaju, o interno foi absolvido e recebeu alvará, porém, continuou preso em decorrência de outros delitos cometidos pelo mesmo.


Além da Cadeia Pública de Estância, outras três unidades dispõem de salas especiais para a realização das videoaudiências, são elas: o Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto (Copemcan) em São Cristóvão, o Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho (Compajaf) no bairro Santa Maria em Aracaju e a Cadeia Territorial de Areia Branca Antônio Nascimento Nogueira.

 

SEJUC