A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE) manteve a condenação do ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita, por crime de calúnia, difamação e injúria.


A ação movida que culminou com a condenação do ex-prefeito, foi movida pelo senador Antonio Carlos Valadares, que foi acusado de falsificar a assinatura de Sukita em documento em que ele renunciava à época, a sua candidatura a deputado estadual nas eleições de 2014 pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB). Neste pleito, Sukita obteve mais de 30 mil votos.


O advogado de defesa de Sukita, Emanuel Cacho, diz que será pedido uma revisão criminal para juntar o laudo da Polícia Federal, que prova a falsificação da assinatura de Sukita no pedido de renúncia.


Os desembargadores do TJ/SE rejeitaram os argumentos da defesa de Sikita e mantiveram a pena fixada pelo juiz de primeira instância em um 1 ano, dois meses e 23 dias de detenção, além de pagamento de multa pelos crimes a ele imputados.