Cerca de 300 policiais civis do Distrito Federal estão nas ruas na manhã desta terça-feira (6/2) em uma megaoperação contra o tráfico de drogas. Estão sendo cumpridos 30 mandados de prisão temporária e 35 de busca e apreensão.


Entre os alvos, estão uma estagiária da Procuradoria-Geral da República e o secretário parlamentar da Câmara dos Deputados Daniel Lourival Azevedo. Os entorpecentes seriam destinados a usuários de classe média e seriam consumidos no Carnaval.


Azevedo é lotado no gabinete do deputado Antônio Carlos Valadares Filho (PSB/SE). Segundo as investigações, os traficantes vendiam cocaína e outras drogas para servidores na Esplanada dos Ministérios, inclusive em órgãos federais. De acordo com a polícia, os entorpecentes eram pedidos via delivery e entregues em uma motocicleta, que acabou apreendida.


O baú da moto, inclusive, é decorado com um adesivo da Pure Hemp, conhecida marca de papel de seda utilizado para enrolar drogas.


Batizada de Operação Delivery, a ação está sendo realizada em pelo menos sete cidades do DF. Entre elas, Águas Claras, Vila Planalto, Asa Norte, Lago Norte e Sudoeste. Os demais nomes dos envolvidos ainda não foram divulgados. Todos os presos estão sendo levados para a 5ª Delegacia de Polícia (área central).

 

Do Metropoles