O ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita já tem um partido sob o seu comando e será candidato a deputado federal. Faz segredo e mantém guardado a sete chaves o nome da nova sigla. Garante que fará o anúncio da nova morada somente depois que conversar com o governador Jackson Barreto, na próxima segunda-feira. Uma coisa é certa: o partido chega pelas mãos de André Moura e dos Amorim.


Carga pesada


Recentemente, os Correios fizeram uma entrega totalmente indesejada à sua clientela: um abusivo aumento que pode chegar até a 51% no valor do frete dos produtos comercializado pela internet. A elevação da tarifa além de estar muito acima da inflação (3%) provoca um retrocesso na forma de comércio que mais cresce no mundo, prejudicando bastante cerca de 120 mil famílias que têm como fonte de renda a venda pela internet, com entrega pelos Correios. Ah, Brasil...


Nem pensar


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo (MDB) nega, categoricamente, que seja candidato a vice-governador. Trabalha pela sua reeleição e assegura que tudo não passou de fofoca política.


Barra limpa


O prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins comemora o fechamento do acordo feito com a empresa CELSE que está implantando uma Termoelétrica na ilha. A contrapartida da empresa, em decorrência do impacto ambiental, prevê a realização de obras de pavimentação de ruas e avenidas, construção de uma escola, melhoramentos no Conjunto Prisco Viana e Loteamento Antônio Pedro.


Dê cá o meu


O suplente de senador, Elber Batalha, deixa a interinidade feliz da vida pela aprovação da Casa do substitutivo ao projeto do senador Valadares, que dá prazo de 7 dias para as empresas aéreas devolverem o valor do bilhete não utilizado pelo passageiro. A matéria segue para a Câmara mas, segundo Elber, já é meio caminho andado.


E agora?


A Justiça do Trabalho determinou que a empresa Classe A e, subsidiariamente, a EMURB promovam o pagamento das verbas atrasados dos empregados que prestavam serviços à empresa municipal. Para a Justiça, o pagamento dos salários deve ser feito até o quinto dia útil do mês subsequente e a responsabilidade é também da EMURB.


Compra de votos


O juiz Paulo Roberto Fonseca Barbosa determinou o afastamento do prefeito de Poço Redondo, Ademilson Chagas Júnior (PRB), por abuso de poder econômico e indícios de utilização de “caixa 2”. Dentre os indícios estão promessas de pagamento de contas de água e luz em troca de votos. Ademilson Chagas jura pelas “sete chagas de Mané Valentim” que é inocente e diz que vai recorrer.


Briga jurídica


O Promotor de Justiça Antônio Vila Nova de Carvalho quer indenização por perdas e danos sob a alegação de que o Conselho Nacional do MP preferiu dar ouvidos a Sérgio Reis e afastá-lo das funções por 45 dias. Mesmo juntando provas “contundentes”, o promotor não se conforma com a decisão. Por isso, vai recorrer. Casa de ferreiro, espeto de ferro.


Não se vá


Faltando duas semanas para deixar o Governo, Jackson Barreto ainda ouve pedidos de aliados próximos para que fique um pouco mais. Tem gente que deixa o cargo, mas o cargo não lhe deixa.


Em brancas nuvens


Lembra daquele acidente na BR-101, próximo a Itaporanga D’Ajuda, provocado por manifestantes que fecharam a rodovia e que causou mortes e feridos graves? Pois é. Ninguém foi preso até agora e as famílias lamentam, sozinhas, os prejuízos causados.


Não é blefe


Enganou-se quem pensou que os Valadares estavam blefando quando foi anunciada a decisão do deputado federal Valadares Filho (PSC) de se candidatar a governador. Segundo Zé Valadares, a candidatura é irreversível e só uma “tragédia” pode mudar o curso das coisas.


Muito estranho


A assessoria jurídica do senador Eduardo Amorim acha muito estranho que às vésperas da eleição surja essa história de um grampo telefônico, falando sobre compra de votos.


Por: César Cabral - 42ª Edição da Coluna na Gazeta de Estância
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.