Nesta quarta-feira (21), a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) recebe em seu gabinete, em Brasília, os integrantes da bancada federal sergipana, para discutir o “preocupante” fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), que funciona em Laranjeiras. Vice-coordenadora da bancada, Maria lamentou a situação e revelou a sua inquietação com o problema que deixa na incerteza centenas de trabalhadores. A reunião acontecerá às 11h.


“O fechamento da Fafen provocará um estrago sem precedentes, que vai muito além da perda de postos de trabalho, mas que colocará em xeque todo o investimento estratégico feito por décadas para que pudéssemos transformar em valores os importantes recursos naturais, como o gás natural, que é abundante no Estado”, falou Maria do Carmo, destacando que, “além disso, o encerramento das atividades da fábrica promoverá uma desestrutura em toda a cadeia produtiva, que envolve várias outras empresas”.


Para Maria, a medida gera prejuízode toda ordem, não só aos pais de família que perderão os seus postos de trabalho, mas também, o próprio desenvolvimento do Estado. “Precisamos discutir uma alternativa menos nociva aos trabalhadores e ao Estado de Sergipe”, defendeu a senadora, ressaltando que além dos benefícios diretos que o funcionamento da Fafen assegurava, ainda era grande promotora de desenvolvimento.


“A Fafensempre se fez presente em ações de inclusão social e digital; de formação e de qualificação profissional para jovens e adultos; de promoção do esporte e de promoção da cultura, com projetos de formação artística e cultural, bem como da realizações de grande importância, como a revitalização do Museu de Arte Sacra de Laranjeiras; a realização dos Encontros Culturais daquela cidade e a preservação de inúmeros grupos de cultura popular, como Taieira, São Gonçalo, Cacumbi, Reisado, Samba de Coco e Chegança”, apontou a senadora por Sergipe.

 

Ascom