A Caixa Econômica Federal não tem se notariado no último período somente pelo seu lucro líquido de R$ 12,5 bilhões, mas também pelas reclamações que crescem como o seu faturamento anual, que vai da falta de funcionário, atendimento ruim, desabastecimento de cache nos finais de semana e tantas outras.


Na agência Maurício Montalvão, em Estância/SE, não tem sido diferente. Servidores da prefeitura e munícipes têm amargado essa realidade. Embora a Caixa tenha um contrato com governo municipal para prestar serviços bancários, com o pagamento da folha milionária no montante de mais de R$ 6.000.000,00 (seis milhões reais) mensais, alegando problemas no sistema, deixou os servidores de diversas secretarias sem dinheiro, gerando transtorno e constrangimento para todo funcionalismo.


Ressalte-se que a prefeitura enviou com antecedência o arquivo da folha, determinando o comando para pagamento, conforme calendário de MARÇO.


O Sindicato dos Servidores Públicos dos Poderes Executivo e Legislativo de Estância e Arauá – SINDSEME, inicialmente se solidariza com os servidores e cobrará da prefeitura o rompimento do contrato, diante da falta de compromisso da instituição financeira.


SINDSEME,
20 ANOS DE MUITAS LUTAS E MUITAS CONQUISTAS!
ASCOM