O vereador José Domingos Machado Soares (Dominguinhos do PT), iniciou na tarde de ontem, 16, os trabalhos legislativos do novo ano e apresentou o projeto de Lei nº 85/2015 que institui a realização do concurso do barco de fogo no dia 11 de junho e o projeto de Lei nº 103/2015 que institui o selo “Amigo da Cultura no município de Estância”. Ambos de grande importância para o fortalecimento da cultura em nosso município e aprovados por unanimidade.

O projeto relata que o dia 11 é um momento importante para os estancianos, é o dia do Barco de Fogo, a maior tradição de Estância na área de fogos é o Busca-pé, onde o barco de fogo está ligado diretamente.


O Poder Público Estadual reconhece o Barco de Fogo como patrimônio cultural do povo sergipano, através da Lei 7.690 de 23 de julho de 2013.


O dia 11 de junho é considerado como Dia do Barco de Fogo, data de nascimento de seu criador, Antônio Francisco da Silva Cardoso – Chico Surdo, e, faz parte do nosso calendário cultural.


Todos os anos são realizadas diversas corridas de barcos de fogo na Praça Barão do Rio Branco nesse dia e aqui pretendemos com esse Projeto de Lei que também seja realizado o concurso, onde há o jugamento para escolher o barco vencedor em que o jurí analisa: a decoração, a velocidade em que o barco vai e volta ao ponto de partida e que não deve por nenhum instante parar no meio do percurso e as mais belas flores de fogo que são soltas durante a travessia.


O projeto de Lei do selo “Amigo da Cultura no município de Estância”, tem o objetivo incentivar as empresas do setor privado a investirem em projetos culturais com foco no desenvolvimento de ações para a difusão da nossa cultura, nossas batucadas, concurso de poesia, oficinas de artes plásticas, eventos que propaguem o nosso barco de fogo, o busca-pé, o teatro.


A arte é considerada importante fator de inclusão social, uma vez que proporciona momentos de lazer e desperta no cidadão talentos adormecidos. Muitos projetos culturais encontram barreiras financeiras que inviabilizam sua implementação. Em contrapartida, muitas empresas possuem recursos a serem destinados a ações culturais que deixam de ser utilizados por falta de incentivo do poder público. Com isso, este projeto tem o objetivo de propulsionar os investimentos em programas que auxiliarão as ações de políticas públicas desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Cultura do Município de Estância.


Da Gazeta de Estância.com.br