A suspensão do fornecimento de energia foi por conta da falta de pagamento do débito antigo entre a administração municipal e a empresa de distribuição de energia da região, SULGIPE.

Entretanto a falta de pagamento das contas de energia elétrica provocou cortes no fornecimento em prédios da Prefeitura Municipal de Arauá, no Sul sergipano, nesta quarta-feira (07), com os juros e encargos chegando ao valor de R$ 2.058.549,00 deixada pela gestão anterior, conforme informa a nota em Anexo.

 

Estamos entrando no terceiro ano de mais um mandato, o atual prefeito José Ranulfo dos Santos (PSC), vem se esforçando bastante para equilibrar as finanças do nosso município.

 

Sem recursos, a prefeitura enviou uma contraproposta para a empresa, e a energia será restabelecida ainda nesta quinta-feira (08), nas secretarias de Esporte, lazer, cultura e turismo; saúde e agricultura, onde teve o fornecimento suspenso.

 

Ascom