Tema: COMBATENDO O CÂNCER EM VOCÊ

A Organização Mundial da Saúde refere-se ao dia quatro de fevereiro com “Dia Mundial do Câncer”, assim sendo convém informar que o câncer é uma doença múltipla em sua origem, sendo necessária a associação de um ou mais fator de risco para que aconteça, tais como:


• Familiar
• Ambiental
• Comportamental,
• Alimentar
• Psicossomático.


O fator familiar esta relacionado a algum tipo de câncer no pulmão, mama e intestino e para combatê-lo, pessoas com o histórico desses tipos de câncer na família devem se afastar dos outros fatores, fazer a prevenção que a medicina oferece e encarar como uma possibilidade e não como um veredicto.


O risco ambiental está relacionado a raios solares, radiações Ionizantes que são invisíveis, indolores, inodoras e fatais, encontradas nas usinas nucleares e na radioatividade diagnóstica e terapêutica. A poluição do ar e da água em cidade industrial (produtos químicos, rejeitos, sílica, mercúrio), da terra (agrotóxicos) também deve ser lembrada como cancerígeno. O ambiente ocupacional, a exemplo das fábricas de telhas de amianto também estão relacionados com câncer, devendo o trabalhador fazer uso de protetores individuais seguros.


O risco comportamental está principalmente relacionado ao hábito de fumar. O fumo é o grande responsável por 80% dos cânceres, não só de pulmão como de boca, orofaringe, bexiga, fígado e colo de útero. Mesmo quem não fuma, mas vive em ambiente contaminado corre risco. O consumo de álcool também está na lista cancerígena para fígado e boca, sem distinção do tipo de bebida, se cerveja ou cachaça. Sexo também pode ser cancerígeno devido a um vírus chamado HPV, causador de uma DST que no colo do útero que causa 80% dos cânceres, atingindo igualmente o pênis e reto. O uso do preservativo não previne contra o HPV, por este atingir toda a pele e mucosa anal e genital masculina e feminina e o preservativo só cobre o pênis. Melhor é praticar sexo seguro.


Alimentação saudável e preventiva é constituída de alimentos naturais com especial para vegetais com pouco amido. O consumo de frutas e verduras é o caminho para a prevenção. Apenas 300 g de carne vermelha duas vezes por semana é recomendável. Peixe e frango são mais aceitáveis. Bebidas açucaradas e carnes processadas como charque, salsicha, presunto, linguiça, mortadela possuem substâncias cancerígenas no seu processamento. Grãos mofados e carnes tostadas também têm agentes cancerígenos. Alimentos industrializados em embalagem plástica contendo Bisfenol A estão relacionados com câncer de mama e próstata. Bisfenol A é também encontrado em frascos de mamadeiras, garrafas de água mineral e pet, eletrodomésticos, revestimento interno de latas que condicionam alimentos.


O estado psicológico negativo vindo de sofrimentos desde a infância a exemplo de falta de amor ou equivalentes, gerando baixa autoestima resulta no perfil da pessoa mais predisposta a ter um câncer no futuro. Essas pessoas ficam com o sistema imunológico deficiente para bloquear o desenvolvimento de células cancerosas. Na idade adulta um segundo trauma como frustrações, rejeição, perda familiar, traição, etc. se associa aos outros fatores de risco possibilitando a doença.


11 dicas do Ministério da Saúde para prevenir o câncer:


Não fume!. Ao fumar, são liberadas no ambiente mais de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas por fumantes e não fumantes.


Alimentação saudável protege contra o câncer. Uma ingestão rica em alimentos de origem vegetal como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, e pobre em alimentos ultraprocessados, como aqueles prontos para consumo ou prontos para aquecer e bebidas adoçadas, pode prevenir o câncer.


Mantenha o peso corporal adequado. Cerca de um terço de todos os casos de câncer podem ser evitados com alimentação saudável, manutenção de peso corporal adequado e atividade física. Pratique atividades físicas. Você pode, por exemplo, caminhar, dançar, trocar o elevador pelas escadas, levar o cachorro para passear, cuidar da casa ou do jardim ou buscar modalidades como a corrida de rua, ginástica, musculação, entre outras.


Amamente. O aleitamento materno é a primeira ação de alimentação saudável. A amamentação até os dois anos ou mais, sendo exclusiva até os seis meses de vida da criança, protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil.


Mulheres entre 25 e 64 anos devem fazer o exame preventivo do câncer do colo do útero a cada três anos. As alterações das células do colo do útero são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolaou), e são curáveis na quase totalidade dos casos.


Vacine contra o HPV as meninas de 9 a 14 anos e os meninos de 11 a 14 anos. A vacinação contra o HPV, disponível no SUS, e o exame preventivo (Papanicolaou) se complementam como ações de prevenção do câncer do colo do útero.


Vacine contra a hepatite B. O câncer de fígado está relacionado à infecção pelo vírus causador da hepatite B e a vacina é um importante meio de prevenção deste câncer. O Ministério da Saúde disponibiliza nos postos de saúde do País a vacina contra esse vírus para pessoas de todas as idades.

 

Evite a ingestão de bebidas alcoólicas. Seu consumo, em qualquer quantidade, contribui para o risco de desenvolver câncer. Além disso, combinar bebidas alcoólicas com o tabaco aumenta a possibilidade do surgimento da doença.

 

Evite comer carne processada. Carnes processadas como presunto, salsicha, linguiça, bacon, salame, mortadela, peito de peru e blanquet de peru podem aumentar a chance de desenvolver câncer. Os conservantes (como os nitritos e nitratos) podem provocar o surgimento de câncer de intestino (cólon e reto) e o sal provocar o de estômago.


Evite a exposição ao sol entre 10h e 16h, e use sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar, inclusive nos lábios. Se for inevitável a exposição ao sol durante a jornada de trabalho, use chapéu de aba larga, camisa de manga longa e calça comprida.


Marta Angélica Lima Oliveira- Médica ginecologista (Clinica e Laboratório Med Check-up)

Colaboradora do site Gazeta de Estância
Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.