O Supremo Tribunal Federal vai decidir se a amante tem direito ao rateio da pensão do falecido. O caso corre em segredo de Justiça e deveria ter sido julgado na última terça-feira, 3, mas foi adiado.

A decisão do Supremo vai servir de embasamento para julgamentos de instâncias inferiores, onde tramitam alguns casos, ainda mal resolvidos. Como a Procuradoria-Geral da República deu parecer contrário ao recurso, dizem que em Sergipe tem uma viúva muito alegre. Por enquanto.


Toque do silêncio


O prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, adotou, momentaneamente, o silêncio sepulcral, principalmente sobre política. Bico calado, toca a sua administração focado, apenas, em realizar mais obras no município. Somente depois do revellion é que vai abrir o verbo. Com certeza, tem muita coisa pra contar.


Todos estão surdos


As autoridades fiscalizadoras do Trânsito e do MP bem que deveriam dar ouvidos ao barulho ensurdecedor que certos motoqueiros e playboys fazem com suas motos e carros envenenados. Eles retiram o miolo do silencioso (descarga) e arrocham, pela madrugada, perturbando o sono de quem precisa (e merece) descansar.


Todos estão surdos 2


Em Aracaju, na avenida Beira Mar, é comum encontrar esses delinquentes que agridem o meio ambiente de forma criminosa, pois a poluição sonora é terrivelmente cruel às pessoas, uma vez que a audição pode ficar comprometida pelo barulho demasiado, tornando-se uma deficiência irreversível. Durma-se com um barulho deste!


Crise na indústria


A instalação de milhares de radares nas rodovias federais foi vista, por grande parte da população, como uma verdadeira indústria de multas. Muitas reclamações dos usuários que, em alguns casos, se acharam lesados. Agora que o presidente Bolsonaro manda retirar esses objetos perversos (?), aparecem alguns advogados do diabo, contrários à medida. Que coisa!


Baixo nível


Durante a exposição do Ministro Paulo Guedes, na Câmara dos Deputados, sobre a reforma da previdência, o nível do debate deixou muito a desejar. A turma do “quanto pior”, finalmente, mostrou as credenciais, sem nenhuma cerimônia. O deputado federal Zeca de Dirceu (PT) chamou o ministro de “tchutchuca” e ouviu uma resposta, bem ao estilo de briga de rua: “tchutchuca é a sua mãe”!.


Baixo nível 2


Com esta frase, os “moleques de rua” só tinham duas opções: trocar tapa ou ir para casa. Ainda bem que as excelências resolveram ir pra casa e a sessão foi encerrada.


Atirou o pau no gato


O clima esquentou durante um debate na Alese entre os deputados Francisco Gualberto (PT) e Samuel Carvalho (PPS). O clímax foi quando um disse que o outro agia como gato e que precisaria ser “castrado”. Aí o pau comeu. Por sorte, a turma do “deixa disso” chegou e o “Castramóvel” da PMA não estava na Praça.


Péssima ideia


O fechamento do CEAC da Rodoviária José Rollemberg Leite é uma ideia tão “esdrúxula” que não pode ter saído de uma só cabeça. O posto do DETRAN, por exemplo, que lá funciona, é o terceiro em atendimento dentre todos os 14 do órgão. O local é convergente e tem amplo estacionamento. Que os sabidos, antes de fechar, abram as cabeças.


Honra ao mérito


Sem diploma de jornalista profissional, Conceição Vieira, presidente da Fundação Aperipê, está fazendo um excelente trabalho à frente daquela instituição. Recentemente, esteve com o deputado federal Laércio Oliveira para tratar da obtenção de recursos para projetos culturais. Quem é vocacionado para o jornalismo já nasce pronto.


Sob nova direção


O Juiz Federal Ronivon de Aragão, assumiu a Diretoria do Forum da Justiça Federal de Sergipe, em solenidade realizada na última quinta, 4, no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife. Natural de Itabi-Se, Ronivon ingressou na Justiça Federal em 2003 e desde então ocupou várias funções na magistratura federal, inclusive tendo atuado como Juiz Titular da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais.


Só pensa naquilo


Ninguém se engane. Mesmo deslumbrado com a grandiosidade da Câmara dos Deputados, Fábio Henrique (PDT) não pensa em outra coisa, senão em ser candidato a prefeito de N. S. do Socorro. De volta ao rádio, caminha semanalmente pelo município e, literalmente, está fazendo o caminho de volta. Podem apostar: será candidato a prefeito.


Por: César Cabral - 81ª Edição da Coluna na Gazeta de Estância
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.