O município de Japoatã, há muitos anos atrás, foi habitado pela tribo do Cacique Pacatuba, catequisada pelos jesuítas. Reza a lenda, que os religiosos enterraram um verdadeiro tesouro naquelas terras quando abandonaram a área, fugindo dos holandeses.

Esse tesouro parece que foi achado por um escritório de advocacia que conseguiu fechar um contrato de consultoria jurídica para recuperar e revisar o repasse de royalties não pagos ao município e receber, durante um ano, a bagatela de R$ 1.227.077,50. Estranha-se a “magnitude” desse contrato pelo fato de que a prefeitura possui uma Procuradoria Jurídica própria e mantém contrato de consultoria jurídica, pago mensalmente, para assessorar a sua dita Procuradoria Jurídica. Com a palavra o prefeito José Magno da Silva.


E tome papo furado


Guilherme Boulos, que foi candidato a presidente da república e que nunca trabalhou na vida, pois, como ele mesmo disse, abandonou a faculdade para se infiltrar nesses movimentos que invadem e ocupam prédios, resolveu dar um “rolé” por aqui para debater a tal reforma da previdência. Pelo histórico, não deve ser uma boa referência para discutir um tema tão importante e vital para o país, neste momento. A sua especialidade não tem nada a ver com a profundidade da questão, ora em debate. De parasitas, como ele, a previdência está cheia. Tocar viola de boca é muito bom, mas, carregar o piano, ninguém quer.


Matando aula


E o 15 de maio acabou por se transformar no Dia do Gazeteiro. O protesto contra o corte nas verbas para a Educação não passou de manifestação política arquitetada por partidos e sindicatos afins que sempre se posicionam contra quem tá de plantão no Palácio do Planalto. A turma que gosta de gazear aula adorou. E foi só.


Sino sem badalo


A notícia de que a Justiça teria proibido a Igreja de N.S. da Glória de usar o sino foi, categoricamente, desmentida pelo monsenhor Odair Carvalho. Na verdade, o sino estava sem uma peça fundamental para o seu funcionamento. Mesmo badalado, o velho sino está sem badalo.


Pepino nas Laranjeiras


O Ministério Público pediu o afastamento do presidente da Câmara Municipal de Laranjeiras, Luciano dos Santos, bem como o ressarcimento de aproximadamente R$ 200 mil. Na ação, o MPE pede o afastamento, também, da esposa do ex-prefeito Juca de Bala, Jussimara Assis Fontes e do irmão dela, Evaldino Calazans, ex-diretor da Câmara. Para completar o balaio, pede a recisão do Contrato da Câmara com a empresa AT Consultoria Ltda, que dizem ser de propriedade do ex-prefeito.


Nas unhas da Gata


Já em Tobias Barreto, o presidente da Câmara, vereador Romildo Rodrigues, corre risco de perder o mandato. O vereador Gilson Ramos, o popular “Gata Amarrada” apresentou denúncia contra o mesmo junto aos órgãos fiscalizadores alegando a nomeação, por Portaria, de uma pessoa para ocupar um cargo que, pela Lei Municipal 085/2017, só pode ser preenchido por servidor aprovado em Concurso Público. O bicho tá pegando.

 

Cidade festeira


Propriá é, literalmente, uma cidade animada e cujo povo adora festa. Imaginem que os dois principais candidatos a prefeito, até agora, são Orlando do Tênis e o vereador Adelson do Som. Se fizerem dobradinha, é festa pra 200 anos.


Ela vem aí


A vice-governadora Eliane Aquino está cada vez mais perto de ser candidata a prefeita de Aracaju. A cada dia aumenta o número de militantes que defendem a sua candidatura, desde que o PT começou a sinalizar que terá candidato próprio em 2020. Os petistas também começam a ficar um tanto “meia boca” com o governador Belivaldo Chagas, a partir da sua aproximação com Bolsonaro. Podemos ter um inverno muito quente, politicamente.


Lata velha


“O ônibus se encontra sem nenhuma condição de uso. Bancos quebrado, sem buzina, freio amarrado com um ferro, pneus remendados e quando chove todo mundo se molha” Essa descrição foi feita pelo zap, por um aluno de Maruim que usa o Transporte Escolar do município.

 

Prefeito de férias


Como ninguém é de ferro, o prefeito Edvaldo Nogueira (ainda PCdoB) resolveu tirar 15 dias de férias, a partir deste sábado, 18. Durante esse período, o presidente da Câmara, vereador Nitinho Vitale (PSD) estará prefeito e será substituído na Câmara pelo vice-presidente, Thiaguinho Batalha (PMB). Durante esse período, não é recomendável ao vereador Cabo Amitas, visitar a prefeitura.


Só falta o nosso


O cartão BNDS é uma ferramenta de crédito destinada aos micro-empresários, disponibilizada pelo federal, através diversos bancos e instituições financeiras, como Banco do Nordeste, Caixa Econômica e outros. Infelizmente, o “nosso” Banese não está entre os habilitados pelo BNDS e deixa, assim, de prestar esse serviço à sua clientela. Uma pena!


Pensando bem


O barulho provocado pelo anúncio do corte de verba para a Educação serviu, também, para levantar duas questões. O elevado custo de um aluno na rede pública e a elevadíssima mensalidade na rede particular. É preciso que se corrija esses extremos.


Por: César Cabral - 86ª Edição da Coluna na Gazeta de Estância
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.