O Tribunal Regional do Trabalho, 20ª Região, condenou a Fábrica de Brinquedos Estrela ao pagamento de uma indenização de R$ 500 mil por dano moral coletivo por cometimento de conduta antissocial e assédio contra integrante do sindicato da fábrica de Ribeirópolis.

Já o TST homologou o acordo proposto pela Estrela e a empresa fará doação de 144 conjuntos de brinquedos educativos para creches localizadas em Aracaju e em outras nove cidades do agreste sergipano.

 

Mar de lama


E o vereador de Aracaju, Palhaço Soneca (Cidadania) foi flagrado na Festa do Mastro, em Capela, tomando banho de lama, no meio da galera. Tudo normal caso não estivesse de licença para tratamento de saúde. Por conta disso, corre o risco de perder o mandato, por falsidade ideológica. Para não perder a “Batalha”, só resta à Defesa alegar que aquela lama é medicinal e faz parte do seu tratamento. Vai que cola!


Alegria, alegria


Mesmo diante de toda essa confusão, Soneca foi visto pelas ruas sorrindo e andando, nem aí para essa querela. Sem dúvida, a alegria do Palhaço é, mesmo, ver o circo pegar fogo. Literalmente!


Fogo amicíssimo


Circulou nas redes sociais um vídeo, feito em Estância, em que aparecem Albano Franco e a senadora Maira do Carmo acendendo espadas, fogos de artifício muito perigosos. Muito próximos, faltou pouco para um queimar o outro. Ave-Maria!


Sinais da crise


Diferentemente de anos anteriores, durante o Forrócaju 2019 não foi registrado nenhum caso de etilismo crônico, segundo dados divulgados pelo SAMU. Este ano foram menos dias de forró, menos atrações e menos cachaça. Sem grana, ninguém puxou fogo.


Saúde é o que interessa


Moradores do Mosqueiro reivindicam à Prefeitura de Aracaju a implantação de uma Unidade Hospitalar para atender as demandas da comunidade, pois a mais próxima fica no Conjunto Augusto Franco, distante cerca de 30km. O pleito é necessário e contemplaria, também, os turistas que visitam a Orlinha Por do Sol, em caso de necessidade. Fica a dica, Edvaldo.


Falta de educação


As Comissões da Câmara dos Deputados que interrogou o ministro Sérgio Mouro e apreciou o Parecer da Reforma da Previdência, tinham, em suas fileiras, alguns parlamentares sem o mínimo de urbanidade. Tanto num caso como no outro, houve momentos ridículos de xingamentos e bate-boca do tipo “ponta de rua”. Não custa, sempre antes do início dos trabalhos, pedir para os telespectadores retirarem as crianças da sala. Com certeza, todos acompanhariam o relator.

 

E ele acreditou!


O DENIT anunciou que a partir da próxima terça-feira, 9, irá iniciar a limpeza e posterior liberação da pista de concreto da BR-100, no trecho Pedra Branca/Maruim. Ninguém acredita nessa conversa, exceto o prefeito de Maruim, Jeferson Santana, que foi até a sede do Órgão acompanhado de vários secretários municipais.

 

Seis por meia dúzia

 

Segundo o DENIT, tão logo conclua esse “complicado e dificílimo” trabalho, a pista será liberada e a antiga fechada, para recapeamento. Igual fez no trecho Cruz da Donzela/Propriá que liberou a nova e fechou a velha. O serviço se arrasta e sabe-se lá quando será concluído. Ninguém acredita nesse DENIT. Somente o prefeito de Maruim.


Marretada


O presidente da Câmara de Vereadores de São Francisco, Gilvânio Santana, conhecido como “Marreta”, uma hora após assumir o cargo de prefeito (em razão da cassação da titular) baixou um Decreto exonerando todos os ocupantes de CCs. Apesar de quase ter sido reprovado no teste de alfabetização, quando da sua candidatura a vereador, Marreta provou que é um cara sabido. Como já dizia Chico Passos, “você pode encontrar um parlamentar analfabeto, mas burro, nunca!”.

 

Parabéns pra você


Depois de gastar uma boa grana com o Forró Siri, a prefeitura de N.S. do Socorro irá comemorar o aniversário da cidade (7/7) de forma simples e singela. Sem cobre no bolso, o Padre Inaldo mandou fazer uma programação ecumênica e uma corrida de rua, a chamada 3ª Volta Socorro. O percurso, de 10km, é da Base da Petrox até o Motel Rota 69, onde a maioria vai chegar de boca aberta. Haja fôlego!


Réu com créu


O merecimento do Título de Cidadão a uma personalidade é, extremamente, relativo. O autor, certamente, tem os seus motivos para propor a condecoração. Galvão Bueno e Fernando Haddad foram homenageados pela Câmara de Aracaju e, relativamente, são merecedores. Ou não?

 

Por: César Cabral - 91ª Edição da Coluna na Gazeta de Estância
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.