No grande expediente da Casa Legislativa na manhã desta terça-feira, 14, o deputado Estadual Gilmar Carvalho, utilizou a tribuna para declarar que o secretário de Saúde do Estado de Sergipe, Almeida Lima, é “oposição forte”.

“Quero manifestar que o deputado Georgeo Passos, líder da oposição, é muito fraco. Que a deputada Ana Lúcia, do bloco independente, mas tida como deputada de oposição, é muito fraca”, externou o parlamentar do Partido Solidariedade (SD).

 

Dirigindo-se ao presidente da Alese, Gilmar Carvalho o solicitou: “Quero que Vossa Excelência, Luciano Bispo, me inscreva no bloco comandado por aquele que faz oposição com mais força, Almeida Lima. Esse sim é que é forte, o secretário de Saúde de Sergipe”, enfatizou Gilmar.

 

O parlamentar ainda asseverou, “nunca viu tanta transparência, tanta força”. E em sequência da sua análise, perguntou ao deputado Estadual Francisco Gualberto (PT), líder do governo do PMDB, “o que é preciso fazer para ter um secretário inimigo”, arguiu Gilmar Carvalho, e agradeceu.

 

Histórico

 

Recentemente o secretário de Saúde do Estado esteve no grande expediente da Casa Legislativa para manifestar a atual situação funcional da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), cenário que, diante do exposto, demonstrou muitas fragilidades na gestão. Na ocasião, o secretário de Saúde externou a existência de 562 CCs na FHS, garantindo ele que apenas precisaria de 262 servidores para o órgão. E que ao extinguir cargos excedentes, resultaria numa economia superior a R$ 1,5 milhão mensal.

 

Em função do exposto por Almeida Lima, oposição se mostrou esclarecida quanto aos questionamentos feitos no debate, e por fim, não fizeram duras críticas ao que planeja fazer o secretário de Saúde, para melhoria do atual estado de funcionamento da FHS.

 

Da Alese