A corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), grupo majoritário do PT Nacional, emitiu nota, nesta quinta-feira (23), na qual se pronuncia sobre a eleição para escolha do novo presidente do partido. O secretário nacional de Finanças do PT e ex-deputado federal Márcio Macêdo é apontado como uma das opções para representar a corrente na disputa interna.

Segundo o documento, como o ex-presidente Lula decidiu não ser candidato à Presidência Nacional do PT, a corrente CNB passará a discutir quem representará o agrupamento: se Márcio Macêdo ou se o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha. “Apresentam-se para indicação da corrente os companheiros Alexandre Padilha e Márcio Macêdo, ambos valorosos quadros de nosso partido”, diz a nota da CNB, que complementa: “Lula fará reunião com os dois companheiros e um representante da Coordenação Nacional nos próximos dias”.

 

Além disso, a coordenação do agrupamento, de acordo com a mesma nota, disse que fará consultas à CNB nos Estados, às bancadas federais da CNB na Câmara e no Senado, aos líderes dos movimentos sociais e sindical sobre as pré-candidaturas colocadas.

 

“Estabeleceremos um processo de diálogo com as demais correntes e agrupamentos buscando construir a maior unidade possível, tão necessária ao PT para enfrentar os desafios do próximo período. Esse processo de consultas e construção da unidade culminará com uma Plenária Nacional da nossa corrente a ser brevemente convocada”, explica a nota.

 

Ascom