O vídeo dos animais no curral da prefeitura de Estância, que repercutiu nas redes sociais, chamou a atenção dos meios de comunicação da cidade e da capital, Aracaju.

Na noite de hoje, dia 17, no programa “Jornal da Ilha 2ª Edição, o secretário adjunto da comunicação, José Alves, o Pisca Júnior, participou por telefone e explicou a realidade dos fatos. Segundo o adjunto, “realmente os animais morreram. O vídeo é verídico, mas não morreram de fome”.

 

Os animais são apreendidos pela PRF em todo estado de Sergipe, muitos deles debilitados, e por conta disso, acabam morrendo no local sobre os cuidados da prefeitura de Estância.

 

De acordo com o adjunto, os animais são alimentados duas vezes por dia, com ração balanceada ofertada pela prefeitura de Estância e ainda os animais são tratados por veterinários.

 

“Por isso que nós adjetivamos como mentirosa, a denuncia que diz que a prefeitura está maltratando os animais e que está deixando eles morrerem de fome”.

 

Não se pode tirar a responsabilidade da prefeitura. Agora mais irresponsável ainda são os proprietários de animais que deixam os bichos soltos nas rodovias de Sergipe.

 

Da Gazeta de Estância.com.br