A Operação Antidesmonte, resultado de um trabalho conjunto entre o Ministério Público do Estado (MPE), o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e a Polícia Civil, passa atualmente pela sua segunda etapa, tendo como foco os municípios não visitados no fim de 2016 e a colaboração nos inquéritos policiais abertos em decorrência da primeira etapa.

Num primeiro momento, os municípios de Santo Amaro, Maruim e Nossa Senhora do Socorro foram visitados pelos analistas das instituições de controle para verificar se os ex-gestores cumpriram com a resolução 301/2016 entre outras questões, sempre atendendo requisições dos Promotores de Justiça que atuam na primeira instância.


Já agora, na sequência, e seguindo a mesma metodologia, os trabalhos estão sendo desenvolvidos nos municípios de Amparo do São Francisco, Santana do São Francisco, Frei Paulo e Simão Dias, onde os analistas do Tribunal vêm trabalhando desde a última quarta-feira, 7.


Na etapa anterior da Operação, ocorrida no ano de 2016, foram verificados indícios de irregularidades e os relatórios dessa cooperação já estão com os citados órgãos de controle para começar a punir os atos ilícitos cometidos.

 

TCE/SE